quimioembolização.png

Quimioembolização

 

A quimiembolização é uma opção de tratamento para alguns tumores primários e secundários que acometem o fígado, e que não podem ser retirados por meio de cirurgia. O tumor primário e secundário mais frequentes são o hepatocarcinoma e a metástase do câncer de cólon, respectivamente. 

 

A quimioembolização hepática consiste em um procedimento minimamente invasivo realizado por meio de cateterismo, com administração de partículas microscópias carregadas com drogas quimioterápicas seletivamente nas pequenas artérias do fígado que levam o sangue para as células tumorais.

 

O suprimento sanguíneo do fígado se faz por meio de dois sistemas diferentes. As células saudáveis têm a sua irrigação principal pela veia porta, enquanto as células tumorais são nutridas preferencialmente por ramos da artéria hepática. Através da embolização superseletiva dos ramos arteriais, consegue-se tratar o fígado doente, enquanto o fígado saudável é preservado.